segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Hábitos de leitura.

Uma das coisas que eu mais amo fazer nos meus escassos tempos livres é ler. Não importa o género, desde que o enredo seja cativante. Desde o Júlio Dinis, Eça de Queirós, José Saramago, José Luís Peixoto, Miguel Sousa Tavares, Júlio de Magalhães, José Rodrigues dos Santos até Dan Brown, Nicholas Sparks, Danielle Steel, Paulo Coelho, e muitos outros, já passaram pela minha vida.
Desde cedo introduzi os livros na vida das minhas filhas, lendo-lhe desde bébés histórias antes de adormecer. Para mim ler é a  melhor das formas de enriquecer, quer o vocabulário, quer a escrita, quer a imaginação. 
Até há bem pouco tempo vivia um pouco triste por ver que a minha adolescente, depois de eu deixar de lhe ler as histórias de adormecer, nunca mais pegou um livro para ler, e se interessava mais pela Internet e por ouvir música.
Vivia, dizia eu, porque há já um tempinho a miúda decidiu terminar com a conta do facebook e começar a ler. Ando feliz da vida com ela pois que, em apenas mês e meio, está a  iniciar o seu 3º livro, o Diário de Anne Frank, o qual pediu emprestado a uma amiguinha. 
Sempre ouvi dizer , e sendo em muitas momentos um pouco céptica quanto à veracidade do ditado, "quem semeia, mais cedo ou mais tarde terá o fruto da sementeira". Assim está a ser. Por vezes os frutos demoram a nascer, é preciso ser paciente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradeço a visita. Volte sempre!