segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Saber mais, perguntando menos

Todas as palavras, todas as atitudes, da minha pequena, são sempre analisadas por mim, de forma a encontrar o máximo de  pistas para as suas reações, uma vez que ela não me responda a muitas perguntas que lhe faço. Por vezes sei mais, perguntando menos.
Há dias dizia-me ela: "-mãe, coitada da Leonor!", pergunto porquê e diz-me ela "- porque ela, como eu, cresceu muito depressa, para além disso é também muito gordinha, por isso também já não deve ter colo há mais tempo do que eu". 
Fiquei a pensar nisto e tenho aproveitado para lhe dar mais colo do que o habitual, mesmo sentada, pois que o seu 1,33 m e os seus 33 kg de peso já não me permitem muito mais do que isso.

créditos

Tenham uma semana muito feliz

2 comentários:

Agradeço a visita. Volte sempre!