quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

A minha mais velha sempre foi um miúda muito divertida, brincalhona, respeitadora mas por vezes um pouco faladora na sala de aula. 
Há dias estando ela muito sossegada, uma colega, com quem ela até inter-agia muito bem, é chamada à atenção por estar a falar. Como ficou furiosa defendeu-se que já que lhe chamava a atenção a ela também deveria chamar à minha filha de cada vez que fala, não sendo o caso naquele momento. A minha ficou chateada por ela se defender usando em sua defesa a  sua tagarelice. Comentou que não gostou, até porque quando falava também ela era corrigida. Foi o suficiente para pela 1ª vez na vida  ter uma espera à porta da escola e ser insultada, com insultos do mais baixo nível, e, inclusive, quase em vias de ser espancada, não fossem os colegas meterem-se no meio. Um horror! Chegou-me a casa tanto transtornada que metia dó. Fartou-se de chorar de tão revoltada. 
Ontem diz-nos ela, que o que lhe aconteceu, no fundo, até foi bom, porque afinal de algum modo ficou a conhecer bem com quem lida e quem são verdadeiramente as pessoas que ela achava que eram amigas dela. Sim, porque no meio desta confusão houveram colegas, que ela considerava amigos e que se puseram contra ela. Está a sofrer a minha pequena, mas ainda assim a tentar encontrar algo de positivo no meio desse sofrimento.
Tantas vezes lhe repeti, e ainda repito, que cada um tem de ser responsável pelos seus actos. Que nunca alguém deve usar o mau comportamento do outro, para tentar encontrar atenuantes para o seu próprio comportamento (mau). Esta lição já foi assimilada, penso eu de que!


9 comentários:

  1. Coitada da miúda :( Custa tanto passar por situações dessas; e custa-nos a nós também enquanto mães..

    Bj :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa muito mesmo! O importante é que consigam sair mais fortes, em vez de a auto-estima mais pequena (varia tanto a auto-estima nesta idade)!
      beijinhos

      Eliminar
  2. Pena ue temos que ver os filhos sofrendo.mas a lição serve! bjs,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que seja sempre colhida uma lição positiva é o que esperamos enquanto pais!
      Bjos

      Eliminar
  3. Ainda hoje me recordo de ter passado por esse tipo de situação...doi muito na hora, mas também nos torna mais fortes! Mana Vera

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dói, dói muito. Também passei algumas situações, não tão acesas, porque eu era tímida, mas que deixaram mossas e me fizeram crescer!
      beijinhos Vera

      Eliminar
  4. Se ainda hoje me deixo surpreender pelo comportamento de quem me rodeia...imagina quando era pequena. As minhas meninas lidam com essa aprendizagem diáriamente! É difícil!!!! Jinhooooooosssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É Suri, quando somos correctos, respeitadores e sensíveis este tipo de atitudes mago-nos tanto!! A minha filha, dentro dos seus defeitos, sempre teve o cuidado de não fazer aos outros o que não gosta que lhe façam a ela (tanto ouvem esta frase de mim, que acaba por entrar). Por isso é que estas atitudes acabam sempre por nos surpreender e abalar tanto :((!
      Beijinhos e um enormeeee abraço!

      Eliminar
  5. Educar e ser educado...são tarefas bem complicadas!!!
    Mas esta situação vai contribuir para a formação do EU!!!
    Bj amigo

    ResponderEliminar

Agradeço a visita. Volte sempre!