terça-feira, 31 de março de 2015

Crónica de Maria - Páscoa

Maria não gostava da semana que antecedia a Páscoa. Para ela as férias significavam mais trabalho, por esta altura, muito mais.
Nos primeiros dias, fazer e colaborar nas limpezas sazonais, eram sua obrigação. Os tectos de madeira de casa eram por esta altura lavados, bem como portas, janelas, persianas e candeeiros. O chão de soalho era lavado de joelhos com esfregão de arame e sabão em barra. Depois de seco era encerado, também de joelhos, e finalmente, e depois da cera seca, puxado o lustro com um pano de lã. A cozinha, era caiada e os bancos de madeira também lavados com esfregão de arame. Os terreiros de cimento que circundavam a casa, tal como os muros, eram lavados com soda cáustica e esfregão de aço, de forma a retirar o verdete acumulado ao longo do inverno. A casa tinha de estar impecavelmente limpa, para receber o compasso na 2ª feira de Páscoa.
A partir da 4ª feira e até ao sábado à noite, véspera da Páscoa, Maria, tal como alguns irmãos, ia trabalhar para uma pastelaria  no fabrico do pão-de-ló, e assim, ganhar algum dinheiro que seria  para comprar uma roupa ou uns sapatos novos  ou então, para guardar, para pequenas coisas que precisava na escola e que os pais não lhe podiam dar. Nestes dias o despertar era às 6:00 h da manhã e o regresso nunca se dava antes das 20:00 h. Trabalhava horas a fio de pé, com uma curta pausa para almoço. Chegava a casa esgotada e sem grandes possibilidade de se refazer o suficiente para o novo dia que se avizinhava difícil.
Havia alturas que era convocada para ir, junto com o feirante habitual, vender para as feiras, o que implicava levantar-se ainda mais cedo, montar tenda e expositores.
Destes tempos Maria recorda a quantidade de claras de ovos que ela e os irmãos traziam para casa e que eram aproveitadas para fazer pastelões (omeletas só de claras) com cebola e muita salsa fresca, que em altura de tanta carência, eram sempre um óptimo jantar.

3 comentários:

  1. Maria naquele tempo até podia não gostar, mas tudo que passou serviu de aprendizado e hoje as lembranças afloram! beijos, lindo dia! chica

    ResponderEliminar
  2. Tudo isso faz parte do nosso viver e é bem gostoso recordar!!!
    Uma tarde bem gostosa!

    ResponderEliminar
  3. Bonito :)
    Traz-me algumas recordações dos rituais desses tempos...
    Bjinhos L.

    ResponderEliminar

Agradeço a visita. Volte sempre!