quinta-feira, 30 de abril de 2015

Grito de alegria

Com o cinzento do dia despertaram birras. Birra pela roupa, birra pelo calçado, birra pelo penteado, birra por tudo, birra por nada. Choros, berros até. Eu atrasada e já quase a perder a paciência. Controlei-me, nem sei como, mas fiquei muito zangada com ela. Pedidos de desculpas, mil desculpas.Lágrimas, lágrimas e mais lágrimas.  O receio que eu não fosse à escola para o evento do dia da mãe, como tinha prometido, começou a preocupá-la, dado as tantas birras que fez. Ao deixá-la na escola, depois dos habituais beijos de despedida, vacilou ao dirigir-se para o portão, voltou a pedir desculpa e perguntou-me: -vens logo, não vens? Respondi-lhe que não sabia uma vez que  ia chegar atrasada ao trabalho, se me iam deixar sair para ir lá. 
Quando eu cheguei à estava à minha espera junto às grades da escola e quando me viu gritou para as amigas: - a minha mãe já chegou!
No meio dos dias cinzentos, uma mãe tem sempre um raio de luz que brilha bem forte no amor incondicional que a une aos filhos. Um simples grito de alegria faz com que o coração de mãe  se envolva numa luz mágica de felicidade. 

6 comentários:

  1. Um si8mplews aceno e sorriso dos filhos faz o dia melhorar! bjs,chica

    ResponderEliminar
  2. E esse grito de alegria faz sentir bem! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Não sou mãe, mas acredito que a voz de um filho deve ter esse efeito. Se o sorriso de uma criança é contagiante, imagino que o de um filho seja muito mais.

    ResponderEliminar
  4. Como te entendo. Eu tenho um defeito. Em alguns dias, eu acabo aos gritos com elas. No caminho de casa até à escola (cerca de 2 kms) tudo passa. Mas nem sempre consigo respirar fundo.

    ResponderEliminar
  5. É verdade. O coração de mãe dilata e ilumina-se com as manifestações de alegria dos nossos filhos :)
    Um beijinho e bom feriado

    ResponderEliminar

Agradeço a visita. Volte sempre!