segunda-feira, 1 de junho de 2015

Fim-de-semana de peregrinação e muitos afazeres

Tinha a esperança de poder parar um pouco durante o fim-de-semana, mas não foi de todo possível. O marido trabalhou no sábado de manhã por motivos urgentes e inadiáveis do serviço e por isso fiquei com todos os afazeres por minha conta, com a particularidade de dar às pernas a todo o gás uma vez que às duas da tarde tinha a peregrinação da catequese da mais nova, assinalando o fim do mês de Maio, mês dedicado a Maria.Foi um dia de uma correria doida.
Já no domingo de manhã, e tal como é habitual todos os anos , fiz a peregrinação, com a minha mais velha, à Srª da saúde. São 12 km de caminhada, feita por cerca de 40.000 peregrinos, que acompanham o andor da Senhora. É uma emoção sem fim observar os que cumprem as promessas por pedidos já alcançados; os que em desespero caminham devotos, com fé de encontrar solução para os seus problemas. Jovens, velhinhos, homens, mulheres, crianças todos unidos pela fé, cantando e orando com emoção.
Há grupos de dispersos de animadores, que ao som da viola e de muitas canções dedicadas à Senhora da saúde, vou animando a caminhada tornando-a mais leve para todos, especialmente para quem ela é uma dura tarefa. 
Sou cristã, não muito praticante, mas há tradições, que não sendo cumpridas, deixam um vazio difícil de explicar.



A tarde de domingo foi  dedicada aquilo ao que não se faz sozinho. Tratar das roupas; da depilação da mais velha; apoiá-la no trabalho de francês; apoiar a mais nova nos trabalho da escola; dar banho ao cão; tratar da merenda para a mais velha levar hoje à visita de estudo a Santiago de Compostela e toda uma imensa lista de coisas que não acabam nunca. Cheguei a um ponto o corpo já não queria obedecer. Bolas, nem no descanso é possível descansar.
Por cá a semana,  já sem formações, mas ainda assim na corrida contra o tempo, promete ser um pouco mais calma. 

Boa semana para todos, com sol e alegria!

6 comentários:

  1. Eu também tive um fim de semana alucinante! Mas cheguei ao fim exausta mas feliz!

    ResponderEliminar
  2. Os domingos são sempre atarefados :)
    As peregrinações conseguem ser bastante emocionais. Mas para uma caminhada tão longa, a fé tem que ajudar :) Parece uma festa muito bonita.
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Boa semana, Maria. Como diz minha mãe: "mãe não tem folga"!

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Maria...a "gente" gosta mas também cansa!
    Boa semana amiga e bj

    ResponderEliminar
  5. São tradições que fazem muito sentido!
    Boa semana,
    Beijinhos

    Giveaway dos 3 anos do blogue!
    Participa!

    ResponderEliminar

Agradeço a visita. Volte sempre!