terça-feira, 18 de agosto de 2015

" O meu nome é Alice"

Foi a prenda  que a minha mais velha me deu no aniversário e que, sem ela saber, já eu a namorava há algum tempo.
É um livro que toca a alma e o coração da gente e faz  ver a doença do Alzheimer por uma outra perspectiva, a do portador. Recomendo a sua leitura a todos. Nunca é demais tentar colocar-nos no lugar do outro. 

Boas leituras

6 comentários:

  1. Eu vi o filme e não sei se tenho coragem para ler o livro ... o filme deixou-me a pensar, imagino o que o livro fará!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os livros habitualmente são mais intensos. Eu chorei baba e ranho ao lê-lo!

      Eliminar
  2. Não li o livro mas vi o filme, fiquei a pensar nele durante dias e dias. Muito bom ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Habitualmente prefiro os livros. Lêem-se pormenores que não se captam nos filmes. Muito bom mesmo!

      Eliminar

Agradeço a visita. Volte sempre!